Midia Tatica

:: Plataforma de acoes colaborativas em arte critica, midia independente e tecnologias livres no Brasil ::

Cibersalao

Cibersalão.BR foi um espaço real e virtual onde pessoas envolvidas na produção digital criativa podem se encontrar para conversar. Ao celebrar e promover as múltiplas possibilidades das tecnologias de informação e comunicação, cibersalão pretende organizar discussões ao vivo e na internet que foquem no novo meio digital.

[+] Cibersalao Pipa
https://metareciclagem.github.io/wiki/Cibersalao-Pipa.html

Cibersalão Pipa
Cibersalão Pipa visa integrar os conceitos de ecologia e tecnologia, práticas consideradas tradicionais e tecnologia livre, táticas de intervenção e estratégias de difusão, combinadas em oficinas e bate-papos sobre bioconstrução, compostagem, horta comestível, horta medicinal, software livre, cinema, detours, cozinha rastafari e transmissão web, entre outros temas, incluindo mostras de vídeo e instalações de net.arte, a ser realizado de 7-17 de maio de 2009.

A primeira semana terá oficinas de permacultura pela manhã e iniciação à computação, ao software livre e contação de histórias na parte da tarde, culminando com exibições de filmes ao anoitecer. No dia 10 de maio ocorre o lançamento do livro Futuros Imaginários (link para o .PDF do livro livre), de Richard Barbrook que trata do futuro imaginário da tecnologia, demonstrando como a política estadunidense influenciou a forma pela qual a internet e as tecnologias são controladas atualmente, fazendo um chamado a tod@s que estão ciber-conectados a usar a Internet para apropriar-se de políticas revolucionárias, criando um futuro mais positivo. O lançamento contará ainda com um telão interativo do Fórum Pipa, vídeos e exposições fotográficas da revista eletrônica ECA13, além de apresentações culturais e musicais, em programação a ser construída colaborativamente nos primeiros dias de encontro. A Casa Maluca, local das oficinas de mídia, recebe de 10-12 as exposições de net.arte. Na segunda semana do encontro, iniciam-se as oficinas de vídeo, áudio e webrádio, editando o material captado durante as oficinas de permacultura, culminando no dia 17 com uma exibição do material produzido na Praça com mais música. Haverá por todo o período lanches veganos e sucos verdes (RastaRante).

Este projeto visa dialogar a realidade desse pequeno lugar conhecido por todo o mundo por suas belíssimas praias, mas que contém em si todo um circuito cultural adormecido.

Ao globalizar saberes locais e localizar a globalização, procuramos registrar a sua força em realidades não-urbanas, assim como criar possibilidades e práticas de resistência.

Debates
.
Oficinas
>>
Lançamento de Livro
.
Cozinha Rasta..
/
Música
=
VJ
.
Filmes
..
Shell Script Art
.
Web-rádio
//
Software Livre

O vilarejo de Pipa é um delicado e belíssimo ecosistema de mangues, falésias, dunas e mata atlântica, distribuído por uma área não maior que 5 km de paradisíaco litoral. A área é usada constantemente por biólogos e interessados em biodiversidade. Em suas praias de águas mornas é possível avistar golfinhos e acompanhar o período de desova de centenárias tartarugas marinhas. No entanto, em Pipa, a exploração turística e a especulação imobiliária é quiçá uma das maiores do mundo, certamente no Brasil, criando no local tensões entre a globalização e saberes locais, corporizados pelos mega resorts que acabam de surgir e o “exército azul” de trabalhadores de empreitada, contrastado ao desaparecimento dos pescadores e da cultura local.

Este projeto busca integrar áreas do conhecimento de forma dinâmica e divertida, no sentido de despertar os locais à essa tão necessária crítica ao pequeno-grande local que vivem.

Perma+cultura

Permacultura é um método de design e de trabalho adaptativo, contextualizado à diferentes ambientes habitados pelo ser humano, que visa a melhorar a interação fatores orgânicos e inorgânicos da paisagem. A palavra vem da junção das palavras permanente e cultura. Sendo a cultura também um conjunto de hábitos, a Permacultura sugere novos hábitos em relação ao meio ambiente e às pessoas, novas atitudes que permitirão aos seres humanos permanecer mais harmoniosamente no planeta. A Permacultura foi criada nos anos 70, na Austrália, sem dúvida com a colaboração de muitas pessoas, mas sua autoria é atribuída aos australianos Bill Mollison e David Holmgren, que por sua vez, através do estudo do mundo natural e das sociedades sustentáveis da era pré-industrial, percebeu alguns princípios fundamentais que poderiam ser aplicáveis de forma universal, de modo a apressar o desenvolvimento do uso sustentável da terra e dos recursos, seja num contexto de abundância ecológica e material ou em um contexto de escassez.

“O processo de prover as necessidades das pessoas dentro de limites ecológicos requer uma revolução cultural. inevitavelmente, tal revolução é repleta de confusões, pistas falsas, riscos e ineficiências. Parece que temos pouco tempo para levar adiante essa revolução. Nesse contexto histórico, a idéia de se ter um conjunto simples de princípios orientadores que possuam aplicação ampla, mesmo universal, é atraente. Os princípios da permacultura são breves afirmações ou slogans que podem ser relembrados como um “check-list” quando consideramos as inevitáveis e complexas opções para o design e evolução de sistemas de suporte ecológico. Esses princípios podem ser vistos como universais, embora os métodos que os expressem possam variar muito, de acordo com o lugar e a situação. Esses princípios também são aplicáveis à nossa reorganização pessoal, econômica, social e política (…) embora a amplitude de estratégias e técnicas que representam o princípio em cada domínio ainda esteja em evolução.” David Holmgren

Consciência Ecológica
Segundo Capra, “uma visão de mundo ecológica reconhece a interdependência fundamental de todos os fenômenos e o perfeito entrosamento dos indivíduos e das sociedades nos processos cíclicos da natureza. Essa profunda percepção ecológica está agora emergindo em várias áreas de nossa sociedade, tanto dentro como fora da ciência (…) explicar algo significa mostrar que isso está conectado com todas as outras coisas numa experiência direta, não-intelectual de todas as coisas. A sobrevivência humana em face da ameaça do holocausto nuclear e a devastação de nosso meio ambiente natural só será possível se formos capazes de mudar radicalmente os métodos e os valores subjacentes à nossa ciência e a nossa tecnologia (…) uma mudança de uma atitude de dominação e controle da natureza, incluindo os seres humanos, para um comportamento cooperativo e de não-violência.” O Tao da Física

Software Livre
Segundo a definição criada pela Fundação do Software Livre, software livre é qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado, modificado e redistribuído. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário. A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a ele uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível.
Para o movimento do software livre, que é um movimento social, não é ético aprisionar conhecimento científico, que deve estar sempre disponível, para assim permitir a evolução da humanidade. Cientistas estão acostumados a trabalhar com processos de revisão mútua (ou em pares) e o conteúdo desenvolvido é agregado ao conhecimento científico global. Embora existam casos onde se aplicam as patentes de produtos relacionados ao trabalho científico, a ciência pura, em geral, é livre.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Software_livre + http://pt.wikipedia.org/wiki/Free_Software_Foundation

Ao questionar a nossa sociedade tecnocrática, oferecendo modelos de liberdade e interdependência entre sistemas produtivos, sejam eles tecnológicos ou ecológicos, muitas vezes relacionados em coisas cotidianas como nossas comidas, nosso lixo ou a difusão do nosso conhecimento estamos propondo um novo atuar de mundo, cooperativo e livre.

===::´´

//

Oficinas

Manhãs – de 8-11 >  Permacultura     Tardes – de 3-6 > Mídia Livre
O que é a permacultura?
Permacultura como ação direta
Bioconstrução – Fogão de Taipa
Alternativas energéticas
Fogão de Trempe
Fogo de Serragem
Fogão solar
Detour pela Feira de Goianinha
Pensando o lixo
Soluções coletivas para o lixo
Semeando sementários
Compostagem caseira
Bioconstrução (Taipa)
Banheiro seco
Hortas comestíveis e hortas medicinais
Jardinagem pública
Detour pelo Santuário Ecológico
Plantações em espirais
Banco de sementes
Reciclagem     Introdução à computação
Introdução ao software livre
Instalação e bate-papo sobre programas e distribuições
Interações Musicais
Oficina de áudio
Oficina webrádio (rádio na internet)
Oficina vídeo
Leituras e áudiovisuais Futuros Imaginários
Oficina vj (video-jockey)
Práticas Ciberfeministas
Tecelagem
Cozinha Rastafari

Para participar das oficinas mande um
e-mail para ciber.salao.pipa-AT-gmail.com
com o assunto VIVA ZAPATA! (número
máximo de participantes: 20 pessoas/
contribuição voluntária / comida vegana
(sem proteína animal) / uma vaquinha
(feliz!) será feita no início do dia, a cada
dia, para a compra da comida a ser consumida durante os dias de oficina).
.
.

Traga seu banquinho, suas sementes, braços e idéias!

//

Casa Maluca
De 7 a 12 de de maio

]
Cinemão   > FLYER CINEMÃO (7-17 de maio)
De 7 a 12 de de maio
//pontualmente às 8 da noite

Dia 7 de maio
Mostra Cinema Negro Brasileiro dos Anos 70
A Deusa Negra – Direção de Ola balogun -1978 [96 min]
Compasso de Espera – Direção de Antunes Filho – 1973 [94 min]

Dia 8 de maio
Mostra ECA13
Aqui está! – Direção de Jack D’Emilia – 2009 [2’48 min]
Calafetando na Pipa – Direção de Jack D’Emilia – 2008 [2’26 min]
Pipa – Uma janela para o mundo – Direção de Jack D’Emilia – 2008 [6’38 min]

Cine Realidade Brasileira
O fim do homem cordial – Direção de Daniel Lisboa – 2004 [2’47 min]
Milton Santos – Direção de Sílvio Tendler – 2008 [1:29 min]

Dia 9 de maio
Mostra sociedade do consumo
A história das coisas (EUA) – Direção de Louis Fox – 2008 [21 min]
Ilha das Flores – Direção de Jorge Furtado – 1989 [13’20 min]
O verde violado    – Direção de Red Manglar- 2004 [13’22 min]
Surplus (EUA)- Direção de Erik Gandini- 2003 [51 min]
Tornallom – Direção de videohachers e Enric Peris – 2006 [48 min]

Dia 10 de maio
Mostra Mídia Livre
Vinheta CMI – Direção Indymedia – 2003 [5’01 min]
Cultura é livre! – Direção Mídia Sana – 2007 [7’30 min]
Guerra Digital    – Direção coletiva EL – 2008 [27 min]
Choque Elétrico (sub#2) – Direção Fabi Borges – 2007 [3 min]
mimoSa – Direção Thiago Novaes – 2008 [2:02 min]

Dia 11 de maio
Mostra vegana
A carne é fraca (EUA) – Direção Instituto Nina Rosa – 2006 [53’40 min]
O mundo segundo a Monsanto (FR) – Direção Marie-Monique Robin – 2007 [1:49 min]

Dia 12 de maio
Cine Realidade Brasileira
Uma noite mais nas barricadas – Direção Videohackers – 2007 [55 min]
Cronicamente Inviável – Direção Sergio Bianchi – 1982 [1:47 min]

]
Dias 10, 11 e 12 de de maio
Espaço expositivo de artistas e coletivos
Shell-script-arte – Ricardo Brazileiro
Arte em bronze – Rosano
ECA 13 – Jack
Iconoclasistas – Cartazes contra-hegemônicos / Argentina
Telão interativo
O ataque dos bots assassinos – Nerdson não vai à escola

]
Dia 10
Lançamento Futuros Imaginários
Ciber Rec >.< Pipa
> Distribuição via bluetooth: bares, festas, shows, livrarias, exposições… deixar um lap enviando o livro via bluetooth e uma faixa dizendo “ligue seu bluetooth e baixe um livro grátis!!!
> Venda de livros
> Chat online com o autor Richard Barbrook (dia 10 de maio às 19h)

]
Música / Pipa sessions
Braz (Recife)
Cidadão Comum Sistema de Som (SSA)
Chaskis – Eges & Ricardo (Argentina/Peru/Pipa)
Naia Roots Reggae (SSA/pipa)
Dreadsolto (SSA/pipa)
Original DJ Copy (Recife)
Adailson (Hip Hop/Pipa)
Serginho (Pipa)
Cidadão Comum Sistema de Som (SSA)
B Negão (Rio de Janeiro)

//

Na Rua
Dia 17 de maio

]

Na Praça
Mostra Cibersalão Brasil
Vídeos Imaginários produzidos durante as oficinas

===::´

Programação

De 7-17 de maio de 2009 (manhã/tarde)

Montagem dos espaços expositivos. Traga a sua idéia e seu banquinho! Discussões sobre permacultura, cultura e arte-tecnologia na Praia de Pipa. Seleção de pessoas (adultos e crianças) a participarem das oficinas. Montagem do laboratório de produção e difusão. Mostra de vídeos. Realização das atividades de bioconstrução, compostagem, horta comestível, horta medicinal, software livre, ciberfeminismo, cozinha rasta, rádio livre e transmissão web, entre outras emergentes.

De 10 a 12 de maio de 2009 (tarde/noite)

Circuito Cultural na Casa Maluca: Lançamento do Livro Futuros Imaginários e Apresentações Musicais.  – sendo definido..

Dia 17 de maio (noite)

Mostra de vídeos Cibersalão Brasil na Praça, música e teatro.  – sendo definido..

CONFIRA

> programa dia-a-dia
http://cibersalao.midiatatica.info/pipa/programa_ciberpipa.html

> panfleto programa
http://cibersalao.midiatatica.info/pipa/cibersalao.png

> FLYER CINEMÃO (7-17 de maio)
http://cibersalao.midiatatica.info/pipa/filmes.png

> VíDEO-VINHETA/INSCRIÇÃO CIBERSALÃO
http://www.dailymotion.com/video/x910ou_cibersalaopipa_tech

/

NA WEB

http://cibersalao.eca13.org
http://www.youtube.com/user/cibersalao
http://cibersalao.midiatatica.info
http://www.dailymotion.com/video/x910ou_cibersalaopipa_tech

AO VIVO

/
Todos os dias ao vivo em
http://estudiolivre.org/elIce.php

para escutar a webrádio no seu tocador de som, aconselhamos o programa (livre) VLC. a URL da transmissão é
http://estudiolivre.org:8000/contratv

para interagir por texto com a rádio utilize seu cliente de IRC, aconselhamos o programa (livre) Pidgin  para acessar o canal #cibersalao do servidor online do Indymedia, também acessível em http://chat.indymedia.org
../
/
::

::

//
Co-laboradores
Jack, Rosano, Lu, Ana Néri, Romildo, Magrão, Antoine, Jô, Ricardo Brazileiro, Cidadão Comum Sistema de Som, Dreadsolto, ECA13, Salsaman, Rita, Ruiter, Tati, Eges, Serginho, Ricardo, Almir, Maria Ângela.

;;
Locais
> Oficinas de Permacultura (manhã) / Tocoati = Rua dos Tucanos, 20 / EcoCamping = Av. Baía doa Golfinhos 10-A / & outros locais
> Oficinas de mídia e mostra de vídeos (tarde) / Casa Maluca = Rua do Cajueiro, 3 (QG)
> Dia 10 lançamento Futuros Imaginários (noite) – sendo definido..
> Dia 17 (noite) na Praça central de Pipa

::
::

– Praia de Pipa, Tibau do Sul, RN

).(

Cibersalao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *